23/10/2018 (75) 99274-4456

Polícia

Ifarma

Terceiro suspeito de envolvimento na morte da adolescente Bruna se entrega à polícia

Por Portal TNews 03/04/2018 às 17:49:56
Everton Rosa de Oliveira, 24 anos, terceiro suspeito de participação no assassinato da adolescente Bruna Santana Mendes, 16 anos, se apresentou na tarde desta terça-feira (3), ao delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com as investigações, vídeos mostram um veículo com características semelhantes ao Gol, branco, que pertence a Everton, no bairro onde residem familiares da vítima e nas proximidades do local onde o corpo foi encontrado. Ainda de acordo com o delegado, o suspeito tentou forjar um álibi para o dia do crime.

Acompanhado do advogado Joari Wagner, Everton alegou inocência e afirmou que não conhecia Bruna Mendes e garantiu que estava em casa. "Provavelmente por volta de 1h45 eu estava em casa e quero que o delegado e o meu advogado trabalhem com a imagem, comparando o carro e não tenho nada a esconder sobre esse crime bárbaro". Nunca ví Bruna, nem morta, nem viva", declarou o suspeito.

Questionado sobre uma adolescente que apareceria como álibi, Everton disse que foi acometido por um ato de desespero, porque falaram que o carro visto na cena do crime era o seu e ficou aflito. Ainda de acordo com ele, seu carro pode ser visto no bairro porque é roteiro constante para transportar a namorada e a mãe.

Sobre sua apresentação, Everton disse que "quis ajudar, por livre e espontânea vontade e que a verdade virá à tona". Ele não respondeu aos questionamentos sobre materiais encontrados no carro e sobre o uso de drogas com os outros dois suspeitos.
O advogado Joari Wagner disse que acredita na inocência do Everton e que ao longo das investigações ficará comprovado que seu cliente não tem envolvimento com o crime. "Ele não tinha interesse em se manter foragido. Está à disposição da autoridade policial para os esclarecimentos necessários. Ele diz que nunca viu essa garota", disse o advogado.

Outros dois suspeitos já estão no Conjunto Penal de Feira de Santana: Deividson Jorge dos Santos, 18 anos, e Eric Pereira Maciel, 20 anos. Ambos tiveram a prisão temporária de 30 dias renovada no último dia 24.

Everton Rosa da Conceição também seguirá para o presídio e ficará à disposição da justiça. O delegado Fabrício Linard informou que aguarda o resultado de exames periciais para concluir o inquérito.

Caso

Bruna estava em Feira de Santana há apenas 15 dias. A adolescente foi para a cidade para realizar exames médicos e tirar alguns documentos pessoais. Ela estava hospedada na casa de um primo, localizada no bairro Jardim Cruzeiro.

Segundo a família, no domingo, dia 18 de fevereiro, ela teria ido ao shopping com um namorado, e uma prima ficou de buscá-la no empreendimento por volta das 17h, ao final do encontro.

Como o telefone da jovem estava quebrado, as duas terminaram se desencontrando no estabelecimento comercial, e Bruna pegou um mototaxista para retornar até o bairro Jardim Cruzeiro. Depois de descer no ponto, ela acabou desaparecendo, segundo a polícia.

Imagens de uma câmera de segurança mostram uma moto na região do shopping, com uma pessoa na garupa, por volta das 18h45. A família e a polícia acreditam que seja Bruna. 
Quando foi achada morta, dois dias depois, o corpo de Bruna já estava em estado avançado de decomposição. Ela vestia apenas uma calcinha e tênis -- o que levou os investigadores a suspeitarem do abuso sexual. O corpo foi encontrado depois que populares relataram forte odor. 


Blog Central de Polícia


comentários